Seduzir faz parte, o que estraga é a ingenuidade.

  • Abundancia
Seduzir faz parte, o que estraga é a ingenuidade.

Me enviaram este videos algumas vezes e eu quis tornar publico o que sempre comento em sala de aula.

https://www.youtube.com/watch?v=l7RFSFO6X-8

Mas antes disso seguem ressalvas para evitar os ataques de palavrões, sarcasmos e hipocrisias nas redes sociais: sim, existem estratégias de marketing e de comunicação que abusam da ingenuidade dos leigos e avidos consumidores; sim, existe permissividade exagerada em paises onde a maioria da populaçao tem educaçao mediocre; sim, existe uma série de coisas para se rever nas relações mercado x consumidor, ciência x mercado, marketing x publico com dificuldade de reflexão, governo x interesses financeiros, conflitos de interesse x ciencia x mercado x governo...

O problema para mim esta na ética de cada um: daquele que abusa da ingenuidade alheia, daquele que quer tudo proibir, daquele que esquece de educar a populaçao, daqueles que esquecem de incitar a consciencia critica e a reflexao, daquele que se engaja em atividades escusas, daqueles que se perdem por gloria, poder, fama e grana. (Sim, uso giria! Outro dia levei bronca no FB porque usei giria! Num texto informal parece que um Prof. Dr. nao tem dierito de ser "gente que nem a gente"! Desculpa, eu sou!)

Bom, o discurso de Kate Cooper é interessantissimo, muito bem sacado, muito bem estruturado, muito interessante MAS eu sempre faço as seguintes ressalvas quando o assisto (sim, assisti varias vezes!):

- Quem é que não se arruma, se perfuma, pensa na roupa, no cabelo, no perfume, na melhor pose...para paquerar, ir numa festa, encontrar o/a namorado/a ?

- Quem é que de vez enquando não muda o corte de cabelo, o tamanho do salto, o perfume, a cor de batom...para se tornar diferentemente atraente?

- Produzir com fins comerciais e vender seus produtos para restituir capital, gerar riquezas é legitimo, certo? SE alguém produz para vender é porque existe comprador e se tem comprador é porque existe uma necessidade criada ou nao. Ou seja, se comemos tanta carne, produz-se muita carne. Se o mercado de carnes é tão lucrativo é por que o consumidor esta pedindo. Precede?

- Se sentimos (consumidores de carne) tanta necessidade e/ou prazer em comer carne é porque de certa maneira ou nos inculcaram esta necessidade, e/ou somos fisiologicamente aptos para consumir carne. Certo??

- O "culpado" é aquele que produz pra vender ? Nao seria mais justo imaginarmos um processo de causa e consequência mais complexo? Do tipo ciência que empodera o mercado que é acalentado pelo governo que esquece de empoderar sua população com educaçao, cultura e capacidade critica...???

Em toda e qualquer circusntância estamos seduzindo alguém. O mais importante não é impedir a sedução, mas sim saber quando ela é abusiva, falsa, exagerada, nociva...Mas quando é para flutuarmos um pouco e imaginarmos um mundo mais colorido, mais belo, mais sensual... temos o direito de sonhar, de fantasiar! Nos deixem isso pelo menos!

Profa. Dra. Juliana T. Grazini dos Santos (Paris, 16 de junho de 2015, sem sinais graficos para acentuação da lingua portuguesa)

Minimalist © 2014 -  Hébergé par Overblog